Giro Design Julho/2016

21 de Julho de 2016
Revista Giro Design Julho/2016

Clube de Colecionadores de Gravura



De 20 de junho a 21 de agosto, o Museu de Arte Moderna de São Paulo apresenta a mostra Clube de Gravura: 30 anos, com a exposição das 173 obras produzidas em três décadas por artistas de variados perfis e gerações. Desde 1986, o Clube de Colecionadores de Gravura do MAM cumpre o objetivo de fomentar o colecionismo brasileiro ao permitir que um grande número de interessados possa se associar e adquirir trabalhos de arte, incentivando também a produção artística. Em todos esses anos, o Clube viabilizou a execução de projetos especiais desenvolvidos por artistas convidados e, simultaneamente, ampliou o acervo do museu. Com curadoria de Cauê Alves, também gestor do Clube desde 2006, a mostra é apresentada na Grande Sala, com entrada por R$ 6 e gratuita aos domingos.

Arte da nova Berlim





A exposição Zeitgeist apresenta, no Centro Cultural do Banco do Brasil de Brasília, um panorama consistente da respeitada comunidade artística de Berlim, traduzindo o espírito de uma época marcada por contradições e reinvenções. De 27 de julho a 12 de outubro, a mostra reúne pintura, fotografia, videoarte, performance, instalação e a cultura dos clubs berlinenses, na visão de 29 renomados artistas, fortemente influenciados pelo contexto artístico, social e político da Alemanha pós-Muro de Berlim, o que leva a uma multiplicidade de olhares para os símbolos das ruínas e para a nova metrópole que se ergue em aspectos de vanguarda tecnológica e de multiculturalismo. O horário de visita é de segunda a domingo, das 9h às 21h.

Mário de Andrade



A partir de 29 de junho, o Sesc Santo André recebe a exposição Mário de Andrade: Etnógrafo-Fotógrafo-Poeta. Composta por uma série de fotografias que representam o homem – a paisagem, a arquitetura e cultura da região norte do País – a mostra traz imagens capturadas por Mário de Andrade durante viagem realizada em 1927, além de três imagens do Nordeste, datadas de 1927 e 1929. Com curadoria de Adrienne Firmo, a exposição revela um olhar estético apurado, reflexo da preocupação do artista com o registro e investigação sobre a cultura e identidade brasileiras. Até o dia 25 de setembro, a mostra fica aberta de terça a sexta-feira, das 10h às 21h30, e sábado e domingo, das 10h às 18h30.

Haroon Mirza



O Espaço Pivô, de São Paulo, apresenta, até 13 de agosto, a exposição individual do artista britânico Haroon Mirza, composta por uma instalação site-specific gerada por um aparelho eletrônico criado pelo artista, chamado “Emerging Paradigm” (Paradigma Emergente). O aparelho é uma espécie de media player, fruto da necessidade de sincronizar em um só mecanismo diversos canais de som, luz e vídeos. Para a mostra, o aparelho emitirá, ao mesmo tempo, quatro vídeos e oito canais de sinais eletrônicos sincronizados, abastecidos com imagens e sons captados por Mirza. Os conteúdos dos vídeos refletem sobre a situação política atual do Brasil, a cultura musical local, Enteógenos (plantas que possuem propriedades psicodélicas como aquelas usadas no Ayahuasca) e desenvolvimentos nas áreas de Física e Cosmologia. De terça-feira a sexta-feira, das 13h às 20h, e sábado, das 13h às 19h.

Cadastre-se e receba novidades

Quer ficar sabendo sobre promoções, notícias e informações do CasaPark?

Cadastre-se