interiores

Tudo que é verdadeiro e tem naturalidade causa emoção real nas pessoas.

A arte e o design feitos com verdade são capazes de nos libertar. Para a Angela, a beleza vai muito além de uma estética dominante de um tempo e um espaço. Ela é pautada pela universalidade da harmonia e da natureza. É perder o fôlego com uma paisagem natural em seu esplendor. E inspira muitas das mais tocantes criações artísticas.

Arte e design andam muito juntos. Às vezes, em uma peça específica, a diferença entre um e outro é tênue. O mais importante, no entanto, é ter a verdade do artista na peça para conseguirmos inspirar a emoção dos outros. Um olhar estético e inovador sobre um espremedor de frutas, por exemplo, pode criar uma nova reação em quem interage com o objeto: um suspiro, um sorriso.

O bom design coloca objetos e móveis em proporção, volume e combinação de tons para criar a harmonia inspiradora.

Além da busca pelo belo, é preciso traduzir para o ambiente a identidade de quem vai viver ali e humanizar espaços. Todas as pessoas precisam se sentir contempladas e representadas.

A importância de nos esforçarmos em ter mais arte em nossas vidas é inquestionável para a designer. Afinal, a arte é acalanto, é algo mais que a vida. Ela nos leva para um outro astral, é como se a gente estivesse aflorando os sentidos. Uma música, uma pintura, uma obra de arte, quando interagimos com qualquer uma dessas expressões, elas nos tiram da Terra. De repente, estamos livres.

Angela Borsoi é designer de interiores. Seu pai, arquiteto, foi aluno de Lúcio Costa, sua mãe, artista plástica e sua madrasta, também arquiteta e designer de interiores. Todos eles sempre a incentivaram a consumir e aprender sobre arte, que é sua grande paixão.