Giro pelo Mundo Abril/ 2016

01 de Abril de 2016
Revista Giro pelo Mundo Abril/ 2016

A Arte Monumental de Marianne Peretti

De 6 de abril a 5 de junho, no Museu Nacional da República, acontece a exposição “A Arte Monumental de Marianne Peretti”, com mais de 30 trabalhos, entre projetos em tamanho real, esculturas de grandes proporções e projeções de vitrais da artista, a única mulher a integrar a equipe de Oscar Niemeyer na construção de Brasília. Com curadoria de Laurindo Pontes, Roberto Ghione e Tactiana Braga, a mostra tem como destaque o salão especial “Gênese”, que abriga todo o nascimento criativo do projeto da Catedral de Brasília. Nele, ficarão à mostra o desenho original do vitral criado para o altar (em tamanho real e desenhado à mão), os esboços que originaram o desenho, a maquete de estudo de aplicação do vitral e um grande painel ilustrativo de todo o processo construtivo da catedral. Em Brasília, Marianne ainda tem vitrais e painéis em construções icônicas, como a Câmara dos Deputados, o Palácio do Jaburu, o Superior Tribunal de Justiça e o Memorial Juscelino Kubitschek. São dela, ainda, a grande escultura de bronze do Teatro Nacional de Brasília e o vitral e escultura na fachada lateral do Panteão da Pátria e da Liberdade. Visitação de terça a domingo, das 9h às 18h30. Imperdível!ixa de Novos Artistas

Como resultado da seleção de obras de artistas iniciantes de todo o Brasil, a Mostra Bienal CAIXA de Novos Artistas chega à CAIXA Cultural Brasília. De 16 de março a 1º de maio, com curadoria de Fernando Oliva e Rosemeire Odahara Graça, a mostra apresenta trabalhos de 24 artistas com obras em fotografia, escultura, pintura, gravura, desenho, objeto, instalação, videoinstalação, intervenção e novas tecnologias. De terça a domingo, das 9h às 21h. A entrada é gratuita e livre para todos os públicos.



O Mundo de Tim Burton


Até 15 de maio, o Museu da Imagem e do Som (MIS), em São Paulo, recebe a exposição “O Mundo de Tim Burton”. A mostra explora toda a gama do trabalho criativo de Tim Burton e apresenta desde desenhos da primeira infância até sua carreira consolidada como diretor. Com 500 obras de arte e esboços raramente ou nunca vistos, pinturas e bonecos de sua vasta filmografia, que inclui “Edward Mãos de Tesoura”, “O estranho mundo de Jack” e “Batman”, a exposição fica aberta ao público de terça a sexta-feira, das 10h às 20h, sábado, das 9h às 21h e domingo, das 11h às 19h.



Marginais Heróis

O Museu da Casa Brasileira, em São Paulo, apresenta a exposição “Marginais Heróis”, do artista gráfico e designer Rico Lins. Com 40 cartazes de personalidades como Zé do Caixão, Chacrinha, James Dean, Maria Bonita, Nelson Rodrigues e Chico Science, a mostra obedece alguns procedimentos oriundos da gravura, da pintura, do design e da monotipia. “Rápidos, baratos e descartáveis, os cartazes tipográficos resistem heroicamente em sua marginalidade”, explica Rico Lins, que quis investigar as linguagens visuais, as ações de preservação do patrimônio gráfico brasileiro e o uso de tecnologias híbridas. A exposição fica aberta para visitação de terça a domingo, das 10h às 18h.



A Arte Monumental de Marianne Peretti

De 6 de abril a 5 de junho, no Museu Nacional da República, acontece a exposição “A Arte Monumental de Marianne Peretti”, com mais de 30 trabalhos, entre projetos em tamanho real, esculturas de grandes proporções e projeções de vitrais da artista, a única mulher a integrar a equipe de Oscar Niemeyer na construção de Brasília. Com curadoria de Laurindo Pontes, Roberto Ghione e Tactiana Braga, a mostra tem como destaque o salão especial “Gênese”, que abriga todo o nascimento criativo do projeto da Catedral de Brasília. Nele, ficarão à mostra o desenho original do vitral criado para o altar (em tamanho real e desenhado à mão), os esboços que originaram o desenho, a maquete de estudo de aplicação do vitral e um grande painel ilustrativo de todo o processo construtivo da catedral. Em Brasília, Marianne ainda tem vitrais e painéis em construções icônicas, como a Câmara dos Deputados, o Palácio do Jaburu, o Superior Tribunal de Justiça e o Memorial Juscelino Kubitschek. São dela, ainda, a grande escultura de bronze do Teatro Nacional de Brasília e o vitral e escultura na fachada lateral do Panteão da Pátria e da Liberdade. Visitação de terça a domingo, das 9h às 18h30. Imperdível!



TIAMM SCHUOOMM CASH!

Até 30 de maio, a Pinacoteca de São Paulo recebe a ‘TIAMM SCHUOOMM CASH!’, instalação inédita de José Spaniol, pintor, desenhista, gravador, escultor e professor, nascido em São Luiz Gonzaga (RS). Em referência às ondas do mar, o artista se inspirou na imprevisibilidade e na surpresa que os oceanos sugerem, com uma série de trabalhos relacionados às sonoridades do mar e sugere que o observador a aprecie a partir de um ponto de vista improvável e desestabilizador. A visitação é aberta de quarta a segunda-feira, das 10h às 17h30. Aos sábados a entrada é gratuita para todos os visitantes.



Ana Miguel e Nazareno Rodrigues

De 31 de março a 30 de abril acontece a exposição “Ana Miguel e Nazareno Rodrigues – Uma clareira à luz do luar: trocando segredos”, na Galeria Superfície, em São Paulo. A dupla, além da amizade de mais de 20 anos, tem um interesse comum pelas relações humanas, pela literatura e pelo universo dos contos de fadas. Nos trabalhos de Ana Miguel, as palavras, os deslizamentos dos sentidos e a experiência do tempo, dos sentimentos e dos afetos são matéria para construir obras desconcertantes e plenas de humor. Nazareno Rodrigues também aborda os pormenores das relações humanas, como questões referentes à infância, aos contos de fadas e às memórias. De terça a sexta-feira, das 10h às 19h, sábado das 11h às 17h.


Cadastre-se e receba novidades

Quer ficar sabendo sobre promoções, notícias e informações do CasaPark?

Cadastre-se